Índice VIX: entenda o que é, qual sua importância e como ele é calculado

6 minutos para ler

Da forma como percebemos, uma das qualidades de um investidor global é a capacidade de enxergar um panorama sobre a movimentação dos mercados. Mas fique tranquilo, pois isso não significa que você precisará dedicar sua vida a estudar economia.

Afinal, já existem vários mecanismos, recursos e termômetros que colaboram para a sua percepção de mercado. Por isso, falaremos hoje sobre um deles, o índice VIX.

O que é o índice VIX?

Tecnicamente, o VIX é um monitor da volatilidade observada no mercado americano. Mas, antes de nos aprofundarmos no funcionamento e na importância desse índice, vamos entender o seu objetivo.

Caso não se lembre, a volatilidade é uma métrica que avalia a dispersão dos preços de um ativo em determinado período de tempo, sendo uma medida de flutuação. A grosso modo, geralmente, um mercado costuma apresentar alta volatilidade em períodos de incerteza.

Afinal, existem pessoas por trás das carteiras e dos ativos e são essas pessoas, reagindo ao cenário e às pressões de um momento, que tomam as decisões de compra e venda.

Por isso, geralmente, quando há incerteza, é possível observar um aumento da volatilidade. São nesses momentos que analistas podem apontar que o mercado está andando de lado, sem subir nem descer. A incerteza toma conta, sem que seja possível observar uma tendência objetiva nos gráficos.

Mas o que o VIX tem a ver com isso?

Como apontamos acima, o VIX é um índice dedicado a monitorar a volatilidade no mercado americano e em suas bolsas de valores. Para alcançar esse objetivo, a Chicago Board Options Exchange (CBOE) — criadora do índice — analisa o mercado de opções das ações que compõem o S&P 500 (Standard & Poor’s 500).

Aqui vale lembrar que as opções são ativos que negociam os direitos de compra ou venda de ações no futuro por preços previamente acordados — sendo uma classe de ativos de altíssimo risco e complexidade. Agora, voltando para o VIX.

Ao observar as opções, o VIX consegue determinar, em tempo real, a expectativa de volatilidade do mercado para os próximos 30 dias. Por esse motivo, o VIX é popularmente conhecido como o índice do medo, estresse, indecisão e imprevisibilidade previstos pelo mercado e seus agentes.

Qual é a importância do VIX?

No fim, o VIX geralmente funciona como se fosse um monitor de imprevisibilidade. No entanto, isso não significa que você deva tratar o índice como uma bola de cristal, pois esse não é o caso. Na realidade, a observação do VIX pode ser útil para a tomada de decisões.

Como apontamos anteriormente, o índice tem histórico de atestar períodos de imprevisibilidade e é também um monitor útil da volatilidade doméstica do cenário dos Estados Unidos.

Um exemplo disso é o fato de que o VIX oscila consideravelmente nos períodos de corrida à Casa Branca. Essa foi a realidade nas últimas duas eleições, vide 2016 e 2020, em que ambas as corridas ficaram marcadas pelos embates mais polarizados da história moderna.

Por conta disso, observar, entender e considerar o VIX nas suas decisões pode ser um dos vários recursos disponíveis para quem realiza investimentos em dólar. Inclusive, é até mesmo possível investir em ETFs (Exchange-traded fund) que espelham o índice, como por exemplo o XVZ, VXZ e VIXM.

Qual a composição do VIX e como ele funciona?

A principal dúvida em torno do VIX é: como ele é calculado? Afinal, a CBOE realmente tem uma fórmula interessante, e observar a expectativa de imprevisibilidade do mercado adiciona certa segurança e peso à sua tomada de decisão.

A maneira como a CBOE resolveu esse dilema foi bastante simples e elegante. Primeiro, o índice avalia o banco de dados das opções das ações negociadas no S&P 500 — que é, praticamente, o mais amplo índice de ações do mercado financeiro americano, englobando as maiores, mais volumosas e líquidas empresas da NASDAQ e da NYSE.

Em tempo real, a CBOE avalia não apenas a variação dos preços das opções mas também o volume de negociações e as datas de execução de cada direito de compra e venda negociado. Com esse conjunto de dados, a CBOE consegue derivar a expectativa de volatilidade do mercado financeiro.

Percebe? É uma solução elegante, pois se apoia na observação de ativos futuros, as opções. Ao analisar as expectativas sobre essa classe de ativos, a CBOE busca determinar com alguma precisão a possibilidade de uma grande volatilidade à frente.

Mas como isso é possível?

Simples. Pense da seguinte maneira: os investidores que aplicam em opções estão negociando o direito de compra ou venda de determinados ativos no futuro, sobre um preço previamente determinado. A grosso modo, isso provavelmente significa que algo os motivou a apostar que o mercado ou um ativo irá para uma direção ou outra — subir ou descer.

Se um investidor acredita que uma ação subirá em determinado tempo, ele investe no direito de comprar tal ação por um valor menor do que acredita que ela valerá no futuro. Assim, poderá comprar o ativo a um preço menor do que ele realmente vale, pois pagou por esse direito na compra da opção.

O mesmo vale para o cenário contrário. Se um investidor acredita que uma ação cairá no futuro, ele compra o direito de vender essa ação a um preço maior do que ela efetivamente valerá no futuro, pois pagou por esse direito na compra da opção.

Como você pôde notar, as opções são especulativas, mas é justamente a especulação que compõe boa parte da expectativa do senso comum em torno do mercado. Assim, quando a CBOE analisa o mercado de opções, consegue ter uma visão ampla da possível instabilidade ou receio que são esperados no futuro.

Apesar do VIX ser um possível auxiliador na tomada de decisão, lembramos que os retornos dos investimentos variam e estão sujeitos à volatilidade do mercado, de modo que as ações de um investidor, quando resgatadas ou vendidas, podem valer mais ou menos do que seu custo original.

Gostou deste conteúdo exclusivo sobre o VIX? Então, aproveite o momento para espalhar essas noções com os seus colegas e familiares compartilhando o artigo nas suas redes sociais. E para conhecer um pouco mais sobre a corretora de valores Avenue Securities LLC.

Posts relacionados

Deixe um comentário